Marcus Lucenna cantará no Festival Lula Livre neste sábado

Marcus Lucenna

Marcus Lucenna

Ao lado de nomes como Chico Buarque, Gilberto Gil e Beth Carvalho, o poeta-cantador Marcus Lucenna participa neste sábado (28/7), no Rio de Janeiro, do Festival Lula Livre, evento político-cultural em defesa da soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Mais de 40 artistas se apresentarão a partir das 14h no palco que será montado nos Arcos da Lapa, região central da cidade.

O forrozeiro apresentará duas canções. Uma delas é “Asa Branca”, de Luiz Gonzaga. O pedido veio do próprio ex-presidente, que na quarta-feira tomou conhecimento da setlist. Marcus Lucenna é o único forrozeiro da programação.

A outra canção é “O Salvador Daqui”, faixa do seu novo CD “Marcus Lucenna na Corte do Rei Luiz”, com lançamento dia 18 de agosto. Na letra, o cantor e compositor potiguar faz um trocadilho com o nome do pintor catalão Salvador Dalí para denunciar a situação de exclusão social de crianças, negros e retirantes, moradores das favelas e periferias das grandes cidades. Também faz referência a “Guernica”, obra de Pablo Picasso que denunciou os horrores da Guerra Civil Espanhola e a divisão do povo espanhol. Trata-se de um alerta para a polarização política brasileira e um clamor pela pacificação do país.

A escolha da música é uma alusão ao ex-presidente, um retirante nordestino sensível às causas sociais e que, em seu governo, reduziu drasticamente os índices de desigualdade por meio de programas de distribuição de renda e geração de emprego.

“O Salvador Daqui é qualquer pessoa. Poderia ser o Lula, se voltasse a ser presidente e focasse no social novamente. Mas eu quero que essa música alcance o coração das pessoas para que tomem a consciência que tomei quando olhei para a comunidade e percebi a dor dos que estavam lá no fogo cruzado entre polícia e bandido, vendo seus filhos morrerem a caminho da escola ou por brincarem entre as balas-perdidas. Cada um que tomar a consciência que tomei, passa a ser O Salvador Daqui”, explica Marcus Lucenna.

Ouça a canção aqui
Em breve nas plataformas de streaming

SOBRE MARCUS LUCENNA
Natural de Mossoró (RN) e radicado no Rio de Janeiro, Marcus Lucenna é militante da cultura nordestina, tendo sido gestor do Centro Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas, mais conhecido como Feira de São Cristóvão. Foi um dos responsáveis não só pela manutenção da feira no bairro como pela sua transferência para o interior do Pavilhão de São Cristóvão, onde está até hoje.

Poeta, cantor e compositor por profissão, Marcus Lucenna lançou seu primeiro LP (Cantolínia Psicordélica) em 1989, pela Polygram, uma das maiores gravadoras do mundo à época. Foi o pontapé inicial para uma produção fonográfica que envolve 4 vinis e 10 CDs. O mais recente é “Marcus Lucenna na Corte do Rei Luiz”, com lançamento previsto para agosto. Um livro homônimo – onde o cantor relata passagens da sua vida que se relacionam com a história do forró e de personagens importantes do gênero – também será lançado em breve.

No meio musical, é conhecido como “O Cantador dos Qu4tro Cantos” pela sua trajetória no ramo artístico e andanças pelo Brasil. Marcada pelo ecletismo, sua jornada musical passa pelo pé-de-serra e segue pela cantoria de viola, chorinho, lambada, tango, rumba e tudo mais que representa a alma do povo brasileiro e latino-americano. Já dividiu palco com nomes como Fagner, Elba Ramalho, Ednardo, Geraldo Azevedo e Tânia Alves e ocupa a cadeira número 7 da Academia Brasileira de Literatura de Cordel (ABLC).